X
Menu

Uma casa estreita cheia de soluções de amplitude

Uma casa estreita cheia de soluções de amplitude

 Branco puro, minimalismo, pé-direito alto e janelas grandes para entrar luz do sol são algumas estratégias que tornaram ampla residência na Califórnia

 

Espremida entre dois imóveis altos, este terreno no bairro Noe Valley, São Francisco, Califórnia, só tinha uma vocação: ser uma casa bem vertical.

Geralmente isso pode significar uma residência apertada, ou com a sensação de opressão, mas aqui os arquitetos do escritório Edmonds Lee ultrapassaram os receios: o pé-direito de cada um dos quatro andares é maior que o comum e há outras soluções pensadas para dar amplitude.

Uma casa espaçosa precisa de luz natural, fluidez e imponência – e foi esse foco do Edmonds Lee que fez toda a diferença.

Para chegar a esse resultado, amplas janelas permitem a entrada de luminosidade durante o dia todo. Há poucos móveis, porém, são longilíneos, o que economiza espaço.

A escolha de seguir com branco puro e minimalismo é aliada da amplitude. Assim, a luz se reflete e chega aos ambientes mais íntimos da casa.

Poucos contrastes se anunciam – um deles é a lareira revestida de mármore Nero Marquina, em um vão onde os pendentes de Tom Dixon logo atraem os olhos para o alto.

Ideia parecida com a cozinha do primeiro Casa Vogue Experience!

A fluidez é um dos pontos principais, visto pelos arquitetos como uma aproximação de uma casa-galeria.

“É como uma tela neutra – e essa tela tornou-se perfeita, com espaços que fluem de ponta a ponta, com uma continuidade de materiais que favorecem as transições”, explicam.

Blog Romanzza Anália Franco

 

You Might Also Liked

8 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2018
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *